Tag Archives: Mulher

Mulheres

18 ago

Olá Terráquios! Tenho andado meio distante da internet e mais entretida com o meu adorado box de Sex and City que nem vejo as tarde passar, o que me deu inspiração para esse post.
Vendo Carrie e suas amigas cheguei à conclusão de que nós mulheres somos hoje divididas em dois grupos estereotipados, o das mulheres liberais, modernas e sempre ocupadas e o das antiquadas, donas de casa mães de família, agora resta saber onde ficar.
Fui por dois anos uma exemplar empreendedora, fracassei é claro, mas trabalhei com afinco diariamente em nome do meu próprio negócio e gostava disso, gostava de estar ali até nos fins de semana, fazer planos de crescer e ter orgulho de fazer tudo praticamente sozinha, o que me colocaria dentro do conjunto M (de modernas), mas gosto muito de cozinhar, limpar, lavar, passar não que já é sacanagem, mas gosto de cuidar de casa, embora não tenha casado como manda o figurino gostaria de ter feito e meu grande sonho é ser mãe, o que me colocaria no conjunto A (de antiquada) será que hoje temos um conjunto interceção entre M e A onde ficam mulheres como eu? Ou eu não tenho salvação e devo ficar no limbo?
É claro que existem centenas, milhares, milhões de mulheres que têm a chamada jornada dupla, tripla, quadrupla trabalhando fora e em casa, a questão é as que não tem pretensão de ser grandes executivas mas também não se consideram donas de casa, onde ficam?
Eu gosto de cinema de qualidade, livro inteligentes, videogame, tecnologia, papo cabeça, morro de vontade de conhecer lugares diferentes, estudar línguas e devorar todo tipo de cultura, mas gosto de ser dona de casa, cuidar do marido e não tenho nenhuma frustração por não estar trabalhando, não é preguiça nem sou dondoca, só não acho que para ser uma mulher moderna preciso realizar um trabalho que me frustre, deixar minha casa de lado e abdicar de ser mãe, até tenho alguns objetivos profissionais, mas não acho que isso é pré-requisito para me considerar uma mulher completa.
Quando fechamos nossa locadora a primeira coisa que as pessoas perguntaram era se eu estava procurando emprego, não, eu não estava, nem estou, até me ofereci para trabalhar com a minha irmã, mas muito mais para estar com ela e ajuda-la e porque ela sempre me chamou quando eu ainda tinha o meu negócio do que porque eu precisava de trabalho. A questão na verdade nem passa pelo fato de precisar ou não de trabalho, de querer ou não, mas de pensarem que tenho que faze-lo, de qualquer forma e pronto.
Hoje em dia parece que ter um parceiro sexual fixo, não dirigir seu próprio carro e varrer seu próprio chão é fora de moda, e o oposto também acontece, pessoas que se espantam por termos 8 anos de casados sem filhos, investirmos mais em livros, filmes e games do que em lençóis ou batedeira e por nossa casa não ser “a prova de crianças”, quer dizer que para se ter uma família é necessário andar por aí com bobes no cabelo e avental?
O grande ponto aqui são os rótulos, não se pode ter um pouco de um e de outro, tem que ocupar um lugar em um conjunto, matemática pura, sem exceções, mas acontece que até a matemática tem exceções e talvez eu e muitas de vocês façamos parte desse grupo E , ecléticas, exceções, estranhas, que seja, mulheres atuais, bem informadas, inteligentes, exigentes que sabem o que querem e defendem seu ponto de vista e seus direitos, seja o direito de conquistar um lugar no mercado de trabalho ou de poder assistir sua série de tv preferida enrolada em um edredon, na verdade isso é só para quem pode…

PinUp01Passar roupa não, só se for para bancar a pin-up…

Anúncios

Homem X Mulher, amigos?

29 maio

Sempre fui o tipo de meninas que me dava(no bom sentido claro) melhor com os meninos, sempre tive amigos com quem me sentia melhor do que com as meninas, talvez por não ter disputa, por não repararem na cor dos cabelos ou na marca da roupa, talvez por achar divertido vê-los falando de nós mulheres, não sei, o fato é que sempre tive afinidade com o clã masculino, coincidentemente o Dori (meu marido) tem uma facilidade enorme para fazer amigas, o que de certa forma nos aproximou na época da faculdade, o fato é que apesar de termos isso em comum sempre ouvi dele que homens na sua maioria não se aproximam de mulheres com a intenção de fazer amizade e a recíproca claro também é verdadeira, sempre ouvi muita bronca por ter apenas amigos na época, embora fossem também amigos dele, do tipo que frequentavam nossa casa, ele sempre achou que não era algo legal.

Eu particularmente acho que há casos e casos, sempre existem pessoas querendo se aproveitar de um momento de carência do amigo (a) para tirar uam casquinha, mas acho que isso também depende do quando você abre as portas para que aconteça.

A questão é, qual o limite para uma simples amizade entre homens e mulheres, qual o limite da intimidade, é possível termos esse tipo de relacionamento e isso não afetar um casamentos ou namoro?

Pergunto isso porque eu sou muito ciumenta e insegura, possessiva até, mas sei respeitar quando o Dori tem uma relação profissional ou mesmo de amizade com alguma mulher, da mesma forma fico furiosa quando acho que passa do ponto, mas qual seria esse ponto afinal? Será que eu exagero ou as coisas nem deveriam chegar a isso, homem (ou mulher) casado (a) não pode ter amigos do outro sexo em hipótese alguma? Definitivamente não sei.

Eu mudei muito depois de casar e em boa parte por inicitiva própria, as vezes até ouço que me fechei de mais pois nem com as amigas tenho conversado direito, mas sei lá, não acho que seria legal um amigo da época de solteira ligar aqui em casa para bater papo e o Dori atender, da mesma forma que não procuro hoje fazer novos amigos homens, inclusive no ambiente da internet não acho legal dar muita intimidade e muita liberdade para um amigo do sexo oposto, converso até com alguns homens que têm em comum o ramo de videolocadoras e apesar de nos considerarmos amigos nunca nenhum deles soube o que se passa dentro da minha casa, da minha vida, é uma questão de respeito, sempre penso que não faria algo com o outro que não gostasse que fizesse comigo e assim vou permeando meu comportamento de mulher-direita-casada, mas será que é egoísmo eperar o mesmo do parceiro em suas relações?

Não sou uma maníaca a lá Sílvia não, acho que temos que manter as relações pessoais, antigos e novos amigos, é saudável, volta e meia aparece alguma antiga amiga do Dori no orkut e eu nunca vou implicar com ele por ter vivido antes de me conhecer, da mesma forma que ele não o faz comigo, mas também acho que o meu marido não precisa saber o ciclo menstrual de outra mulher que não seja a dele, na verdade algumas intimidades eu não teria com amigo nenhum mesmo que fosse solteira, é uma questão de bom senso, de ser dar o respeito mesmo, mas cada um tem sua ética, seus parâmetros para o que considera exagero ou não e é aí que a coisa complica porque o que você pode achar super normal a esposa (marido) do seu amigo (a) pode achar um desfrute e é desses limites que estou falando, onde acaba a sua liberdade e começa a intimidade de um casal, é muito complicado avaliar o que é certo ou errado nessas situações, já vi por exemplo mulheres ficarem furiosas por eu cumprimentar seus maridos, da mesmo forma que outras não estão nem aí se o marido sai para jantar com a mais nova amiga, até o meu critério de não fazer com o outro o que não queria que ele fizesse é relativo porque de repente a pirigueti que é folgada com o marido alheio não está nem aí se o dela sair à caça.

Mas como disse várias vezes acima tudo se resume a respeito, se as pessoas se respeitarem tudo fica bem, sem estress, sem problemas, sem saia justa, porém o que mais falta hoje em dia entre as pessoas é respeito e humildade principalmente quando é preciso reconhecer os próprios erros, eu confesso que muitas vezes acabo agindo no egoísmo e querendo que as atenções só para mim, mas como disse, se houver respeito as coisas sempre se resolvem, mas quando este falta a coisa complica, se você não respeita o outro perde totalmente a moral diante dele, se você não se dá o respeito diante de alguém não tem o direito nenhum de exigí-lo mais tarde.

Vou dizer uma coisa, relacionamentos de qualquer forma são extremamente complicados, eu desisti de entendê-los, aliás desisti de entender a nós, seres-humanos, o bichinho estranho o tal do homem, mas infelizmente precisamos sempre tentar conviver da forma mais pacífica possível.

P.s.: Faz tempo que queria escrever um pouco sobre comportamento, estava deixando esse assunto e esse post para mais tarde mas estou com alguns planos meio mirabolantes e esse mais tarde poderia virar muito mais tarde, e aí ia acabar perdendo a inspiração, mas de qualquer forma quero entrar em outros temas meio contraditórios que se fazem os meus macaquinhos trabalharem dentro da cachola deve acontecer com mais alguém também, enfim, aguardem mais posts do estilo e novidades para frente!

Mãe

11 maio

Forte

Guerreira

Determinada

Doce

Linda

Maravilhosa

Eu poderia estar falando de uma heroína do cinema, de uma mocinha de novela, mas a minha grande musa é a minha mãe, minha inspiração, minha fortaleza, exemplo de mulher e de ser-humano, pessoa exemplar e que graças a Deus é minha mãezinha, meu anjo da guarda.

Ano passado eu falei do quanto foi difícil passar pela experiência do câncer de mama dela, do quanto eu sofri e me fortaleci com o que passamos, hoje com tudo superado parece que ela nunca passou por tudo aquilo, salvo alguns dias em que sente dores no lugar da cirurgia o episódio passa batido tamanha a força da minha baixinha.

Mãe, eu sei que você não gosta muito de computador, prefere uma boa partidinha no videogame a ficar sentada em frente ao computador, sei disso, mas mesmo achando que você nunca vai ler isso aqui me sinto na obrigação de dizer aqui o quanto você é importante para mim, o quanto me inspira e me motiva com seus exemplos, o quanto eu gostaria de ser um tantinho do que você é. Mãezinha querida, eu te amo acima de qualquer coisa, posso dizer que sou abençoada por Deus pelos pais que ele me deu, sou uma pessoa privilegiada por ter a chance de conviver contigo, você é meu tudo e peço todos os dias para que Ele resolva inventar uma lei dizendo que mães devem durar para sempre!

Você sempre me amparou, mesmo assim me ensinou a andar com minhas próprias pernas, me ensinou a ser doce e forte, ser determinada e delicada, me ensinou a ser mulher!

Não posso deixar de desejar à outras grandes mulheres um feliz dia das mães, minha sogra Tania que colocou no mundo uma pessoa que não é perfeita, mas que foi feita perfeitamente para mim, minhas irmãs que amo muito e que são mães de duas princezinhas que alegram meus dias, minha cunhada Samantha que é uma irmã postiça e mãe dos meninos lindos da tia Di, enfim, todas as mães, de barriga, coração, alma, intenção, as que ainda sonham com esse dia como eu e todas que são mães mesmo achando que nunca nasceram para isso!

Metamorfose

23 fev

Eu sou humana, não se espantem com a revelação, eu sou sim, e como todo ser humano sou uma grande mutação, sempre em evolução, algumas vezes regressão, mas sempre mudando, cada mudança mesmo que interna, mesmo que pequena acaba sempre refletindo externamente e como além de humana sou mulher (mais uma revelação bombástica), muitas dessas fases se reletem no visual.

Depois de quase 4 meses de dieta e aproximadamente 7 quilos a menos resolvi que não era só meu corpo que precisava ficar diferente, quem pagou o pato foi o cabelão que já estava no meio das costas.

Tudo isso porque eu prefiro ser essa metamorfose ambulante…