Tag Archives: Pirataria

E agora, quem poderá nos defender?

25 jul

Houve um tempo em que era possível acreditar em super-heróis mesmo que estes fossem atrapalhados e ingênuos, também já foi a época em que podíamos nos gabar de viver em uma cidade pacata e segura, embora ainda existam pessoas que acreditem nisso.

A cada semana podemos observar através das notícias nos jornais a crescente dos níveis de criminalidade na cidade, roubos, assassinatos, tráfico, todo tipo de crime aumentando cada vez mais, porém é difícil racionalizar esse aumento quando o que acontece é com o outro, quando é o filho do outro que é baleado, quando é a casa do vizinho arrombada, até que acontece com você.

Eu vivo em uma constante guerra contra o crime, não sou policial, tenho uma vídeo-locadora e brigo todos os dias contra um tipo de crime já enraizado em nossa sociedade, a pirataria, além disso, já tive minha loja arrombada durante a noite enquanto dormia na casa nos fundos, agora sofri um assalto a mão armada.

Quando as pessoas me perguntam sobre o acontecido não consigo explicar, um misto de frustração e revolta é o que sinto cada vez que lembro que em plena segunda-feira 20h e 15min dois rapazes entraram na minha loja exatamente no momento em que fiquei sozinha e apontaram uma arma para mim, é inexplicável o sentimento de desânimo quando penso que trabalho de domingo à domingo sem direito a descanso para sofrer um trauma sem tamanho em troca de 25 reais, isso mesmo foi esse o valor levado do meu caixa pois era exatamente isso que eu tinha aqui, apenas 25 reais. Bate uma sensação de abandono e impunidade saber que isso aconteceu comigo, acontece todo dia e nada é feito para mudar essa situação.

Não quero aproveitar que é ano eleitoral para fazer politicagem, não sou simpatizante de nenhum partido político nem de nenhum candidato, mas infelizmente é apenas nesta época que o povo pensa em política e lembra que depende de cada um de nós mudar a situação da cidade, do estado, do país.

É preciso parar com essa idéia de que política se faz com campanha, partido e voto, política se faz no dia a dia, se faz exercendo seus direitos e deveres, cobrando, participando, como disse antes nunca fui partidária, porém sempre fui uma pessoa politizada que sabe exatamente sua importância no mundo, sempre tive consciência de que sentar e falar mal do prefeito não vai adiantar, que reclamar de uma escola sucateada sem levantar e colocar a mão na massa é tão vergonhoso quanto eleger um governante corrupto, que é mais trabalhoso se engajar em um projeto de ação social, mas é mais efetivo do que simplesmente lamentar, sempre tive a certeza de que a corrupção está embutida em nosso cotidiano e não só nos que governam, que enquanto vivermos a cultura do jeitinho, da vantagem e do deixa disso sempre viveremos atolados em roubalheira e sem moral para reclamar dos poderosos.

Ontem fui eu a pessoa afrontada e violentamente atacada, amanhã pode ser qualquer pessoa e infelizmente não cabe apenas aos homens da lei, que diga-se de passagem contam apenas com uma viatura para cuidar da cidade toda e levaram 40 minutos para chegar aqui quando fui assaltada, mas à todos nós cuidarmos da nossa cidade e se for para pensar nela só em ano eleitoral então que lembremos que nosso voto é nossa maior arma e que precisamos ter memória para que a cada 4 anos não cometamos os mesmos erros.

É importante lembrar que segurança é apenas um dos problemas, educação, saúde, cultura, estamos pobres de tudo isso e nem sequer nos damos conta, estamos deixando às próximas gerações um legado de falta de atenção, estamos fechando os olhos e acreditando que vivemos num mundo de fantasia, numa cidade perfeita e rica, porém vivemos num lugar onde jovens são baleados da mesma forma que nos grandes centros, onde comerciantes são assaltados como nas capitais, a diferença é que fechamos os olhos e as janelas e dormimos sossegados.

E agora, quem irá nos defender?

Desânimos e divagações…

28 jun

Estou desanimada com o blog, desde que fiz a mudança e a volta do servidor fdp ele anda às moscas, eu não posto, ninguém visita, saco, me sinto uma maluca falando sozinha por aqui, pior é que nas estatísticas as visitas estão bombando, o problema é que como ninguém comenta não sei quem esteve aqui, as únicas pistas que tenho são do pessoal que chega aqui através de motores de busca, aliás falando nisso qualquer dia desses faço um novo post respondendo às questões de quem procurou e não achou aqui no Pensando…

Também estou desanimada com a locadora, o movimento dá uma melhorada e cai novamente, parece que o nosso ramo está mesmo fadado ao fracasso, dá pena de ver tanta gente fechando as portas e tenho cada dia mais a certeza de que nós não duraremos mais muito tempo, enquanto ninguém faz nada para conter a pirataria novas mídias e novos mecanismos para ver filmes vão surgindo o que também ajuda para enterrar as video-locadoras, como aconteceu com as lojas de cd há um tempo atrás.

Não estou aqui para ser politicamente correta nem hipócrita, mas depois que abri a loja e vi o quanto é caro manter tudo direitinho, com filmes originais, lançamentos atualizados, vi o quanto a pirataria é um vírus horrível que ataca a todos, isso somado à mania do brasileiro de querer sempre tirar proveito, ser malandro, faz com que ninguém mais dê valor ao atendimento e ao empreendimento dos locadores, mesmo cobrando valores baixos de locação e com facilidades como locação on-line e entrega à domicílio as locadoras estão perdendo para o crime organizado e para o “jeitinho brasileiro”, fazer o que, é uma pena, falo isso não só como dona de locadora, mas como uma cinéfila doente, como alguém que semrpe curtiu alugar filmes, escolher com calma, encontrar raridades, colecionar filmes em casa, se algo me consola é pensar que o dia em que baixar mnihas portas pelo menos uns 50 filmes virão para a minha coleção pessoal.

A única coisa que não me desanima é a minha malhação, continuo firme, confesso que ando pisando na bola com a alimentação, prometo que semana que vem vou pegar leve co a comilança, mas isso só depois do fim de semana que será de muita animação…

Estou aqui!

23 abr

Faz muito tempo que não posto, sei lá, deu uma desanimada, não ter “aquele texto” para publicar, não ter tanta inspiração nem tempo, não conseguir acompanhar os posts de outros blogs nem ter tanta visita por aqui, faz tanto tempo que não entro aqui que nem consegui me adaptar às mudanças na interface do wordpress, estou perdidinha por aqui.

As coisas continuam relativamente iguais, eu com minha locadora agonizando diante da feroz concorrência desleal da pirataria, dieta meio de lado mas o peso no mesmo lugar, planejando mudanças, planejando malhar, tentando mudar sempre pois nada permanece igual eternamente.

Amanhã será um dia muito importante, minha cunhada Samantha fará a cesariana para trazer nosso querido Danilo ao mundo, o dia não podia ser mais propício, é também aniversário do pai dela (e do Dori claro) que não está mais entre nós mas como eu já disse a ela conspirou lá de cima para o segundo neto nascer no mesmo dia que ele para transformá-lo não só em uma data de saudade mas de mais alegria. Estou aqui de dedinhos cruzados e pedido a Deus para que tudo corra bem e assim que tiver as fotos do moleque posto aqui e no blog dela!

O post era mais para dar o ar da graça e não perder o costume, estou viva e ainda escrevo, rsrs…